Buscar

Agência do Banco do Brasil em São José é fechada após casos de funcionários infectados por Covid-19



Mesmo que transcorridos um ano e meio de pandemia, e da dura experiência que já vitimou mais de 560 mil brasileiros pela irresponsabilidade dos nossos governantes, regras de segurança sanitária, comprovadamente essenciais para preservar a vida dos bancários e dos clientes, continuam não sendo adotadas pelos bancos na sua integralidade.

As agências do BB continuam com aglomerações e demora no atendimento, principalmente após o fechamento de unidades no processo de reestruturação iniciado em janeiro deste ano em plena pandemia. Além disto, a redução dos postos de atendimento acarreta muita insatisfação e reclamação dos clientes e usuários, gerando denúncias nos Procons e órgãos fiscalizadores. Para o funcionalismo sobra a sobrecarga de trabalho e o adoecimento, não só pela exigência do atendimento, como pela cobrança de metas descabidas.

Nesta quinta-feira (5), dirigentes do Sintrafi Florianópolis estiveram presentes na agência do Banco do Brasil, no bairro Kobrasol, em São José – SC, para confirmar a denúncia de diversos casos de colegas contaminados pela Covid-19.

A intervenção do Sindicato e a paralisação das atividades foram necessárias para que os procedimentos de higienização fossem corretamente adotados, bem como o afastamento daqueles que tiveram contato com a doença ou que apresentaram sintomas.


Segundo o Diretor Luiz Toniolo, a ação partiu de denúncias que apontavam quatro casos positivos de infecção pelo Covid-19, entre funcionários e um trabalhador terceirizado.


Na última sexta-feira (6), os dirigentes do Sindicato compareceram novamente ao local para verificar a realização dos procedimentos, indispensáveis para garantir a segurança dos bancários. A agência voltou a atender de forma contingenciada e sem a abertura de caixas. A sanitização foi realizada ontem às 16 horas.


A Gepes SC atendeu a exigência do Sindicato de testagem em massa de todos os envolvidos, funcionários e trabalhadores terceirizados. Os bancários ainda foram orientados a buscar atendimento pela Telemedicina da Cassi/Plano Sim ou procurar atendimento médico em caso de surgirem sintomas característicos da Covid.

Para acesso à Telemedicina do Plano SIM, os bancários podem recorrer aos seguintes telefones: (48) 3441-0735 ou (48) 99234-2021. Já a Telemedicina da Cassi, é necessário acessar pelo Site ou aplicativo da Cassi e fazer o cadastro para uma destas plataformas.

É importante salientar que a tempestiva denúncia ao Sindicato por parte dos colegas em situações como essa, favorece a pronta intervenção da entidade no sentido de que as medidas de proteção sejam adotadas pelas administrações das unidades.

Nesses casos, como determinam os diversos protocolos negociados com os bancos, os funcionários que apresentem sintomas e aqueles que tiverem contato com os contaminados devem ser afastados para testagem, como medida preventiva de proteção a saúde de todos que trabalham na unidade.

Diante da gravidade da doença, o Sindicato prossegue visitando as unidades distribuindo máscaras PFF2 aos colegas em trabalho presencial, orientando e fiscalizando a correta adoção das medidas de proteção.

Em paralelo, seguimos atuando nas redes sociais com as campanhas #VacinaProBancárioJá e #EssencialÉBancárioVacinado, cujo objetivo é pressionar o Governo do Estado e as prefeituras municipais para inclusão da categoria nos planos de imunização locais.


Com informações da assessoria de imprensa Sintrafi Florianópolis e Região