Buscar

Bancários estão sob ataque constante no governo Bolsonaro


Trabalhadores do setor participaram de congresso realizado pela Fetrafi-SC, quando foram debatidos temas que atingem diretamente a categoria



Com o objetivo de discutir os constantes ataques do governo Bolsonaro contra os trabalhadores brasileiros, bancários de todo o Estado participaram, no último sábado (7), do I Congresso Extraordinário da Federação dos Trabalhadores em Instituições Financeiras de Santa Catarina (Fetrafi-SC), realizado em Florianópolis. Os congressistas foram eleitos como delegados em assembleias realizadas pelos sindicatos regionais filiados à Federação.


Para o secretário geral da Fetrafi-SC, Jacir Zimmer, a onda de ataques promovida pelo governo somente será barrada com a mobilização geral dos trabalhadores. “É preciso fazer o enfrentamento urgente às políticas de ataque que estão sendo promovidas contra todas as categorias, em especial, os bancários. A classe trabalhadora precisa mostrar sua força”, disse ele.


Debates

Ao longo do dia foram apresentados e debatidos temas que atingem diretamente os trabalhadores, em especial os bancários.


“A nova previdência e seus impactos para a classe trabalhadora”, foi assunto abordado por Matnay de Faveri, graduada em Direito pela UNIVALI, pós-graduanda em Direito Previdenciário pelo Instituto Damásio Educacional, atua como advogada no Escritório Matusalém & Castelan.

Veja o vídeo completo aqui

“A importância da unidade do movimento sindical para enfrentar as políticas do Governo Bolsonaro/Guedes”, foi o tema exposto por Anna Julia Rodrigues, presidente da CUT-SC, e Sidnei (Nanico), representando a CTB.

Confira aqui o vídeo completo da exposição

“Sindicalismo sob ataque” foi o foco da exposição feita por Luiz Antônio Alves de Azevedo, pedagogo e mestre em Sociologia pela UFSC, militante sindical e político. Foi dirigente do Sindicato dos Bancários de São Paulo, presidente da CUT Regional da Grande SP e Secretário de Política Sindical da CUT do Estado de São Paulo.

Acesse o vídeo completo aqui


“Os trabalhadores do ramo financeiro precisam urgentemente conhecer com profundidade e em detalhes as medidas que estão sendo implementadas pelo governo Bolsonaro”, destaca Jacir. Diante disso, afirma, é preciso manter a mobilização permanente para fazer o enfrentamento e barrar tamanha retirada de direitos. Os desafios são enormes, porém, a disposição em enfrentar esta conjuntura deve ser ainda maior.


Durante o Congresso, foi definido um conjunto de diretrizes que irão direcionar a ação sindical da Fetrafi-SC para o próximo período.


Na avaliação do dirigente, está em curso uma onda de ataques aos trabalhadores jamais vista no País. Nem mesmo nos períodos mais duros da história, diz ele, houve tanta retirada de direitos, tanta precarização e desmonte dos serviços prestados à população. “É o governo Bolsonaro massacrando a classe trabalhadora para beneficiar grandes empresários, aqueles que detém o capital financeiro”, finaliza, lembrando que o governo Bolsonaro, sem nenhum constrangimento, se mostra cada vez mais como um grande aliado dos banqueiros.



Parceiros nas Lutas!

JOACABA.png

BANCÁRIOS

ARARANGUÁ

BANCÁRIOS

CHAPECÓ

BANCÁRIOS

BLUMENAU

BANCÁRIOS

CRICIÚMA