Buscar

Sindicatos dos bancários realizam assembleias em todo o país

Categoria delibera sobre proposta dos bancos; Comando Nacional recomenda aprovação

Sindicatos de bancários de todo o país realizam assembleias para deliberar sobre a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), para a renovação da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria, bem como sobre as propostas dos Acordos Coletivos de Trabalho (ACT) específicos do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal. O Comando Nacional dos Bancários recomenda a aprovação das três propostas.

A votação será realizada por meio de plataforma eletrônica de votação e segue até às 19 horas desta quinta-feira (1º/9). Para votar, os bancários, filiados ou não aos sindicatos, devem acessar o link https://bancarios.votabem.com.br/ ou o link disponibilizado pelo sindicato de sua base. Por exemplo, os bancários que fazem parte da base do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região devem acessar o link https://assembleia.spbancarios.com.br/.

Propostas em votação

A proposta da Fenaban, para a renovação da CCT válida para toda a categoria em todo o país, prevê a manutenção de direitos, aumento real nos vales alimentação (VA) e refeição (VR) e no teto da parcela adicional da Participação nos Lucros e/ou Resultados (PLR), além de inclusão de novas cláusulas sobre teletrabalho e combate ao assédio sexual e moral (leia mais sobre a proposta da Fenaban).

A proposta da Caixa para a renovação do ACT dos empregados também prevê a manutenção de todos os direitos e traz avanços importantes, como o acordo de teletrabalho e a criação do Grupo de Trabalho de condições de trabalho (leia mais sobre a proposta da Caixa).

A proposta do Banco do Brasil para a renovação do ACT dos funcionários demorou mais tempo para ser finalizada. A Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB) e a direção da empresa somente chegaram a um entendimento depois que, em solidariedade aos funcionários do BB, o Comando Nacional paralisou as negociações com a Fenaban até que o BB desistisse de tentar retirar direitos dos funcionários. Após a pressão exercida pelo Comando e pelos funcionários, o banco recuou e a proposta foi encaminhada às assembleias com recomendação de aprovação (leia mais sobre a proposta do BB).

Quando vem a PLR?

Esta é a pergunta mais frequente feita pela categoria no momento. Durante as negociações, a Fenaban disse que, se as propostas forem aprovadas pelas assembleias e assinadas pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), sindicatos e pela Fenaban até o dia 2 de setembro, muitos bancos já efetuam o pagamento até o dia 9 de setembro.

Fonte: Contraf-CUT