Buscar

Sindicato Blumenau fecha agência do Santander da Itoupava Norte por falta de empregados.

Banco lucrou em 2021 16,3 Bilhões, mas mantém a agência da Itoupava Norte com quadro de empregados reduzido, sobrecarregando os trabalhadores e deixando os clientes impacientes e insatisfeitos nas longas filas à espera de atendimento.

A agência do banco Santander da Itoupava Norte demonstra carência no seu quadro de funcionários desde a sua abertura. É um problema antigo, afinal, é mais fácil faturar Bilhões às custas do trabalho desgastante dos seus funcionários, ao invés de investir em contratação e melhoria no atendimento. Ao contrário, ainda convocou trabalhadores com comorbidades, incluindo gestantes e funcionários não vacinados, para o trabalho presencial a partir de 4 de abril. Segundo matéria publicada no site da Contraf-Cut no dia 18 de março de 2022, isso é uma temeridade, pois quem determina o fim da pandemia é a OMS (Organização Mundial da Saúde).

Pode parecer uma incoerência fechar a agência por falta de funcionários, e ao mesmo tempo, protestar contra a convocação de trabalhadores do grupo de risco. Mas não é. O que prezamos, antes de tudo, é a proteção da saúde dos bancários e bancárias. O banco não pode colocar o lucro, que aumenta a cada ano, acima da saúde das pessoas.



Edson Heemann, presidente do SEEB Blumenau e Região, reforça que o banco faz vista grossa para o caso. “É um problema antigo do sistema bancário. Os bancos em geral têm explorado seus empregados mantendo o quadro de trabalhadores sempre em nível crítico. Mas o Santander tem abusado dessa condição. É o campeão de afastamentos por adoecimento causado pelo trabalho.”

Essa postura, ou a falta dela, acaba inevitavelmente refletindo nos clientes do banco, que pagam taxas e juros altíssimos, e insatisfeitos com o atendimento, denunciam a má conduta do banco, tamanha é a falta de respeito com seus usuários.

"O Santander precisa parar de 'inventar moda', e ao invés de querer abrir aos sábados e estender o horário de atendimento no final do expediente com o mesmo quadro de funcionários - iniciativas que já se verificou ineficazes pelo país - deve sim é contratar mais empregados para oferecer um atendimento mais ágil aos seus clientes e usuários, e condições de trabalho mais digno aos seus funcionários", finaliza o presidente do sindicato.


Fonte: SEEB Blumenau e Região