Buscar

SEEB Blumenau realizou quatro dias de paralisação contra a reestruturação do Santander

Os protestos se somam à mobilização nacional contra a reestruturação do banco

O Sindicato dos Bancários de Blumenau e Região realizou 4 dias de paralisações em frente ao Santander com o intuito de abrir diálogo sobre a extensão de jornada imposta pelo banco, que agora será das 9h às 17h.


A série de protestos faz parte de uma mobilização nacional contra a reestruturação do banco que tem promovido demissões, terceirização e, agora, tenta ampliar o horário de abertura das agências, sem funcionários para isso.


A ampliação do horário de atendimento ao público prejudica, principalmente, as agências mais periféricas com um número reduzido de funcionários e que atendem um número maior de clientes. Mudança que pode gerar adoecimento dos trabalhadores e atendimento precário aos clientes.


Na sexta-feira, 29, diretores do sindicato paralisaram as agências do Centro e da Itoupava Norte durante a manhã. As mobilizações pretendem, também, evitar que o Santander promova mais ataques contra os direitos dos bancários. O SEEB Blumenau seguirá firme na luta pela defesa dos direitos dos bancários e respeito aos clientes.


Assista ao vídeo do presidente do sindicato, Edson Heemann, gravado na sexta, 29, explicando detalhes sobre o assunto.


Fonte: SEEB BNU e Sintrafi, com edição da Fetrafi-SC