top of page
Buscar

Santander: trabalhadores protestam em todo país contra compensação de horas de jogos do Brasil

Além das atividades de rua, os trabalhadores organizaram ações nas redes sociais com #SantanderJogaContra

Bancários e bancárias do Santander realizaram protestos em agências de todo o país contra a obrigatoriedade, imposta pelo banco, de compensar as horas não trabalhadas durante os jogos da seleção brasileira na Copa do Mundo. “O Santander está indo na contramão de todos os bancos que atuam no Brasil”, pontuou a coordenadora da Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Santander, Lucimara Malaquias, lembrando que o banco espanhol recebeu um ofício solicitando o abono das horas não trabalhadas, da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) e demais entidades de representação dos empregados que fazem parte do Comando Nacional dos Bancários, mas ainda mantem sua posição de obrigar os trabalhadores de repor o tempo.


Desde a manhã desta terça (6), os funcionários e funcionárias realizaram, dentro e fora das agências Santander, manifestações com palestras e entrega de panfletos, para reivindicar o abono das horas não trabalhadas por conta dos jogos do Brasil, que já está classificado para as quartas de final da Copa do Mundo. “Nós também aproveitamos para dialogar com os funcionários e clientes sobre as terceirizações, que estão ocorrendo num processo extremamente acelerando dentro do Santander”, completou Lucimara.


Além das ações de rua, os trabalhadores organizaram ações nas redes sociais na tarde desta terça, com um tuitaço utilizando a hashtag #SantanderJogaContra. Clique aqui para ver as imagens das ações dos bancários e bancárias em todo o país.



Entenda

O horário especial de atendimento ao público nas agências, nos dias de jogos da seleção brasileira de futebol durante a Copa do Mundo, foi estabelecido pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) levando em conta questões como a segurança das agências e de transporte de valores e a Resolução nº 4.880, de 23 de dezembro de 2020, do Conselho Monetário Nacional, que autoriza as instituições financeiras a estabelecer o horário de atendimento ao público em suas dependências.

Veja abaixo o horário de expediente bancário nos dias de jogos da seleção brasileira:

Nos jogos das 12h

• Nos estados com horário igual ao horário de Brasília, o atendimento ao público será das 9h às 11h e das 15h30 às 16h30.

• Nos estados com diferença de 1h em relação ao horário de Brasília, o atendimento ao público será das 8h às 10h e das 14h30 às 15h30.

• Nos estados com diferença de 2h em relação ao horário de Brasília: das 7h às 9h e das 13h30 às 14h30.

• Nas agências em Fernando de Noronha (1h antes do horário de Brasília): das 8h às 12h.

Nos jogos com horário previsto às 13h

• Estados com horário igual ao horário de Brasília: das 8h30 às 11h30.

• Estados com diferença de 1h em relação ao horário de Brasília: das 7h30 às 10h30.

• Estados com diferença de 2h em relação ao horário de Brasília: das 7h às 9h30.

Nos Jogos com horário previsto às 16h

• Estados com horário igual ao horário de Brasília: das 9h às 14h

• Estados com diferença de 1h em relação ao horário de Brasília: das 8h às 13h

• Estados com diferença de 2h em relação ao horário de Brasília: das 7h às 12h.

Fonte: Contraf-CUT


bottom of page