top of page
Buscar

Fetrafi-SC apoia campanha Janeiro Branco para cuidados com a saúde mental



Você já conhece a campanha Janeiro Branco?!

Relativamente nova, esta campanha, que ocorre no primeiro mês do ano, tem como foco alertar para os cuidados com a saúde mental da população a partir da prevenção das doenças decorrentes do estresse, incluindo os transtornos mentais mais comuns, como depressão, ansiedade e pânico. Em 2023 o tema da campanha é: “A Vida pede Equilíbrio”.


O conceito de saúde mental envolve diversos fatores e relações de uma pessoa com as exigências da vida e com as suas próprias demandas. Cuidar disso pode incluir desde boas relações interpessoais, lazer e até mesmo práticas que visem manter uma boa qualidade de vida. Por ser algo tão amplo, implica também na execução de políticas públicas que garantam os direitos dos cidadãos.

No caso dos bancários e bancárias, a pressão imposta pela rotina da área que atuam, a financeira, pode ser causadora de inúmeros sintomas, como ansiedade, desânimo e alteração no humor. Se você está sofrendo com algum destes problemas é preciso ficar atento!

No ano passado, a Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa (Fenae) divulgou uma pesquisa sobre saúde e os impactos da pandemia, que acentuou problemas de saúde já existentes antes da crise sanitária. O estudo mostrou que boa parte do adoecimento dos empregados está relacionado ao trabalho no banco. Entre os dados mais alarmantes estão os de saúde mental. Em 2021, 42% dos empregados afirmaram ter problemas de saúde associados à atividade que desempenham na Caixa. Destes, 75% estão relacionados à saúde mental.

Fernanda Duarte, pesquisadora e doutora em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações, participou do levantamento e alertou que o cenário é bem crítico. “Em geral, foi possível perceber três tendências principais nesses dados. Uma é que os resultados são iguais ou piores. O problema é que já era muito ruim antes. A outra questão é o adoecimento mental com uma presença muito predominante”, destacou. O terceiro fator que chamou a atenção da pesquisadora é a “medicalização e farmaceuticalização de conflitos sociais”.


No setor bancário, as práticas abusivas para cobrança de metas e os inúmeros casos de assédio moral infelizmente são comuns, resultando num elevado número de casos de depressão, transtorno de ansiedade, Síndrome do Pânico e Síndrome de Burnout.

Por isso tudo, o Janeiro Branco é uma grande iniciativa para evidenciar a importância dos cuidados com a saúde mental. Você pode encontrar mais informações sobre o tema acessando o site: www.janeirobranco.com.br


bottom of page