Buscar

Dia Nacional de Luta contra as Privatizações, em Defesa dos Povos Originários e pelo #ForaBolsonaro

O Largo da Catedral de Florianópolis foi palco de mais uma mobilização na tarde desta terça-feira, 13, contra o governo federal. O #13JForaBolsonaro integra o calendário nacional de luta em defesa da vida e dos direitos da população trabalhadora. Os manifestantes estiveram nas ruas para denunciar a política criminosa de privatizações do governo Bolsonaro, em defesa dos povos originários e pelo #ForaBolsonaro.


O ato também homenageou o companheiro de luta Jacir Zimmer, liderança sindical que partiu há cerca de um mês por complicações causadas pela Covid-19.




Contra a privatização e em defesa dos povos indígenas


Bolsonaro quer aprovar a privatização dos Correios ainda neste mês de julho. A proposta do governo é vender 100% da estatal até dezembro deste ano, o que significa entregar para grupos privados uma empresa pública que atende a população trabalhadora.


Além disso, a mobilização busca fortalecer a pressão contra a aprovação do Projeto de Lei 490/2007, que cria um marco temporal para dificultar o reconhecimento de terras indígenas. A proposta prevê que só poderão ser consideradas terras indígenas aquelas que já estavam em posse dos povos na data da promulgação da Constituição de 1988. É um ataque sem precedentes aos direitos dos povos originários.


Esse foi o quarto dia nacional de mobilização pelo Fora Bolsonaro em menos de dois meses e reforça a luta contra as privatizações e contra o marco temporal que pode inviabilizar a demarcação de terras indígenas.


A próxima mobilização está prevista para o dia 24 de Julho, data já definida pelos movimentos sociais e sindical como mais um dia de manifestações pelo #ForaBolsonaro.


#ForaBolsonaro

#13JForaBolsonaro

#13J

#ChegaDeGenocídio

#MarcoTemporalNão

#NãoAoPL490

#ContraAsPrivatizações