Buscar

Dia Internacional da Mulher é marcado por protestos em Florianópolis

O Centro de Florianópolis ficou mais colorido e barulhento nesta terça-feira, 8 de março. Após dois anos, trabalhadoras catarinenses voltaram às ruas fazer suas reivindicações neste Dia Internacional da Mulher. A mobilização iniciou às 13h, em frente ao TICEN, e as mulheres saíram em marcha por volta das 18h, denunciando suas bandeiras de luta à sociedade.



A pauta girou em torno do tema “Pela vida das mulheres, Bolsonaro nunca mais – sem fome, sem machismo e sem racismo”. Além disso, elas também lutavam contra a LGBTfobia; pelo fim da miséria e da carestia; por trabalho e renda digno para as mulheres; por emprego, salário e direitos iguais para trabalhos iguais; contra todos os tipos de violência contra a mulher e pela revogação de todas as privatizações, das Reformas Trabalhista e Previdenciária e pelo fim do Teto de Gastos.


A Fetrafi-SC apoia a luta das mulheres e se solidariza ao movimento, que aconteceu em todo o território nacional. Para a Federação, a luta das mulheres sempre será legítima porque, historicamente, elas sofrem por conta do desrespeito com que são tratadas e pela falta de igualdade de oportunidades em diversas áreas, além de todo o machismo que enfrentam diariamente e tantas outras formas de preconceito.


Próximas atividades


Aqui em Santa Catarina, ainda haverá atividades até o dia 12 de março. Em Blumenau, acontecerá um Ato Público no dia 11, às 18h30, no Parque Ramiro Ruediger. Em Caçador, no dia 12, às 9h, no Largo Caçanjurê, as mulheres distribuirão materiais informativos e haverá apresentações culturais.