Buscar

28 de abril: Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes de Trabalho

Dirigentes da Fetrafi-SC participaram do Seminário que debateu principais causas de adoecimento da categoria

Hoje, 28 de abril, é um dia muito importante para a classe trabalhadora. A data marca o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes de Trabalho. Por esta ocasião, a Contraf-CUT promoveu o “Seminário Adoecimento Psíquico no Trabalho Bancário.” O objetivo do evento foi aprofundar e difundir os conceitos relacionados aos problemas de saúde na categoria bancária.


Na grande maioria das vezes, as vítimas de acidentes e doenças do trabalho são fruto do descaso e negligência dos gestores das instituições bancárias, além da busca incansável pelos lucros, cujo preço é pago com a vida e com a saúde dos bancários e bancárias. Também é preciso refletir, principalmente neste dia, sobre o fato de que acidentes e adoecimento pelo trabalho não são normais. E é por isso que a luta por melhores condições de trabalho se faz tão necessária.


O secretário de Saúde da Fetrafi-SC, Orlando Flávio Linhares, participou do Seminário que trouxe dados que evidenciam os transtornos na categoria. Para ele, “essas estatísticas reforçam a nossa responsabilidade, enquanto representante dos trabalhadores, para reverter o quadro de adoecimento dos bancários.” O dirigente relatou ainda que os bancários contribuíram com relatos de suas vivências durante o evento.


A Fetrafi-SC aproveita a data para reafirmar que as doenças resultantes das pressões impostas pelo cotidiano do trabalho não devem ser naturalizadas. Pelo contrário, o trabalho deve ser digno, seguro e saudável. E justamente por este motivo, seguirá na luta em defesa de avanços nas pautas que tratam da saúde da categoria.