Buscar

Santander se recusa a desinfectar agência mesmo após confirmação de Covid-19


A agência do banco Santander no bairro Garcia, em Blumenau, permaneceu fechada pelo segundo dia consecutivo nesta quinta-feira (28). O banco se nega a fazer a desinfecção e higienização do local depois que uma das funcionárias testou positivo para Covid-19. O procedimento custa cerca de R$ 290 conforme pesquisa realizada no comércio local. Ainda assim, surpreendentemente, o banco se recusa a realizar o procedimento, alegando que a desinfecção não é mais necessária.

O fechamento da agência ocorreu após a intervenção do Sindicato dos Bancários de Blumenau e Região. Edson Luiz Heemann, presidente do Sindicato, mantém a posição de somente reabrir a agência após o banco apresentar o certificado de realização da higienização e desinfecção do local. Outra reivindicação é que os trabalhadores que foram deslocados e chegaram a atender naquela unidade, também sejam colocados em quarentena de forma preventiva.


Além do Sindicato dos Bancários, representantes do Sindicato dos Vigilantes de Blumenau (Sinvac) também estiveram presentes no local, reforçando a cobrança ao banco, já que, assim como os bancários, os vigilantes daquela agência igualmente estão sujeitos à contaminação.


A unidade do Santander no bairro Garcia havia sido fechada ainda na sexta-feira (22), após a confirmação positiva do caso de Covid-19, permanecendo sem atendimento até a terça (26). Todos os trabalhadores daquela unidade foram colocados em quarentena. Na quarta-feira (27), o banco encaminhou outros funcionários para o local, mesmo sem ter realizado a devida higienização e desinfecção da agência, descumprindo o que fora acordado anteriormente com o Sindicato e colocando desnecessariamente em risco a vida dos trabalhadores e dos clientes.


Uma das formas de transmissão da doença é o contato com superfícies e objetos contaminados, e, em alguns casos, também pode ocorrer pelo ar. As agências bancárias são locais sem portas ou janelas e desprovidos de uma boa ventilação, o que aumenta as chances de contaminação.


O presidente do Sindicato dos Bancários, Edson Luiz Heemann, ressalta a irresponsabilidade da instituição financeira com seus funcionários e clientes, principalmente diante da situação alarmante que o país e a própria cidade vivem em razão da pandemia de coronavírus. “O absurdo da ganância dos bancos faz com queiram economizar até na higienização de suas agências, num total desrespeito com a vida dos trabalhadores e da população em geral”.



Com informações Assessoria Seeb Blumenau e Região


Parceiros nas Lutas!

JOACABA.png

BANCÁRIOS

ARARANGUÁ

BANCÁRIOS

CHAPECÓ

BANCÁRIOS

BLUMENAU

BANCÁRIOS

CRICIÚMA